terça-feira, 14 de abril de 2020

Terra envia áudio para Flávio: "É momento de comemorar"

Terra envia áudio para Flávio: “É momento de comemorar”
Brasil 14.04.2020 12:36
 O Antagonista

Osmar Terra enviou um áudio pelo WhatsApp para Flávio Bolsonaro dizendo que a pandemia do novo coronavírus está “desabando”.

A Época teve acesso ao áudio, de quase nove minutos, em que Terra afirma que é momento para “comemorar” o declínio da epidemia em São Paulo.


“A boa notícia é que a epidemia já está em declínio em São Paulo. Já atingiu o pico no final de março (…). A epidemia não está caindo, está desabando. Está diminuindo o número de casos novos por dia de uma maneira surpreendente.”

E continua:

“É momento de a gente comemorar, até porque é um momento muito importante de a gente reconhecer que não tem esse negócio de [o pico] a epidemia ser no final de maio, que vai subir a curva. Não tem nada disso. Está caindo, vai cair em todo o Brasil. Podem escrever isso e me cobrem.”

Osmar Terra também disse que está sendo “mais realista que o rei”, ao defender o fim do isolamento social.

“Esse é o problema desse tipo de quarentena. Inventaram essa quarentena radical que não resolve nada, não evita o pico, não adia, e quebra toda e economia. Estamos sendo mais realistas que o rei, tomando medidas exageradas que não têm resultado nenhum, e estamos indo para o fim igual.”

17 comentários:

  1. Gente dos grandes centros, nós estamos fazendo justamente o que a esquerdalha quer, ficamos em casa. Temos que ir às ruas pra que as forças armadas possam agir.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo plenamente, parece que estão todos anestesiados!

      Excluir
    2. Forças armadas foram aparelhadas durante o comando da esquerda 😢
      Estão cagando pro povo, queria errar feio😢

      Excluir
  2. Concordo plenamente, o presidente AINDA não entendeu que o plano dele está andando.

    ResponderExcluir
  3. Precisa agir rapidamente, para a quebradeira não ser pior.

    ResponderExcluir
  4. Chega de ficar em casa. Queremos trabalhar.

    ResponderExcluir
  5. Só no Amazonas que o governador está prevendo 80% de acometimentos....aqui não reduziu pois os investimentos que eram pra ser feito destinados a saúde da população Amazonense acaba tomando outros rumos.... hospital Delphina pronto, somente necessitando dos equipamentos técnicos e mão de obra qualificada. Mas o senhor governador preferiu inventar de locar hospital privado...retardando o tratamento e fazendo com que se multiplicasse o número de casos no nosso Estado....

    ResponderExcluir
  6. Só no Amazonas que o governador está prevendo 80% de acometimentos....aqui não reduziu pois os investimentos que eram pra ser feito destinados a saúde da população Amazonense acaba tomando outros rumos.... hospital Delphina pronto, somente necessitando dos equipamentos técnicos e mão de obra qualificada. Mas o senhor governador preferiu inventar de locar hospital privado...retardando o tratamento e fazendo com que se multiplicasse o número de casos no nosso Estado....

    ResponderExcluir
  7. Eu tenho certeza de que o Sr. Terra sabe do que fala! E precisamos parar de tocar alarmismo em nossa gente!

    ResponderExcluir
  8. Em breve o Brasil estará livre dessa epidemia!!! e o Brasil sera uma potencia para o mundo !!!

    ResponderExcluir
  9. Deus ilumine nossa população!!!

    ResponderExcluir
  10. Cambada de gente nojenta essa esquerda, não entendo pq o povo fica em casa, merda a eles

    ResponderExcluir
  11. Nosso país está no rumo certo hoje temos um presidente que honra nosso país e todos os brasileiros tenho orgulho de ter votado em vc presidente

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Gracas a sua direta que estamos assim

      Excluir
    2. Com certeza, eu anti - vejo o amanhã pelo os exemplos dos países vizinhos, como a Venezuela e a Argentina, procure ler e ouvi a voz roucas das ruas antes de me criticar por ser de direita, talvez essa minha opinião seja no futuro uma luz para você.

      Excluir
  12. E á nossa salvação ter um presidente honesto temos orgulho dele.

    ResponderExcluir