quarta-feira, 18 de novembro de 2020

ELEIÇÕES 2020: AFINAL, QUEM PERDEU?

 


Acordei com uma notícia na minha TL do Twitter, onde a jornalista Miriam Leitão destilava seu orgulho em ser comandada pelo Presidente Jair Bolsonaro (ironia). Em seu blog ela expunha as seguintes palavras: “o derrotado e o nosso risco. O grande derrotado desta eleição é Jair Bolsonaro.” e continua seu texto descrevendo a percepção enviesada de sua “bolha esquerdista”. Será que ela tem razão?

Claro que não…é a resposta.

Aqui na Paraíba o blog WSCOM estampou na sua capa que o maior vencedor nas eleições para as prefeituras do estado havia sido (e foi mesmo) o partido CIDADANIA, herdeiro das sangrentas tradições da Internacional Comunista do Partido Comunista do Brasil, aquele mesmo que matou centenas de pessoas em novembro de 1935.

Com 42 prefeituras ganhas e sem ter tido nenhuma prefeitura na eleição de 2016, era de se estranhar tão espetacular desempenho, o que ocorreu? As esquerdas estão em ascensão? Mais uma vez a resposta é não! Vamos aos fatos.

O atual governador da Paraíba, João Azevedo, elegeu-se na coligação do seu antecessor, Ricardo Coutinho, ambos do PSB, que dominaram a política da Paraíba por mais de 10 anos, e reinavam impolutos em 55 prefeituras, até o dia de ontem (15 de novembro de 2020).

O PSB, nas eleições municipais de 2020, sofreu uma derrota terrível, perdendo 50 das 55 prefeituras, várias delas para o fenômeno do partido CIDADANIA. Acontece que o antigo governador, Ricardo Coutinho, vem sendo duramente investigado pela Polícia Federal por crimes cometidos em seu governo, o que levou ao afastamento, ainda em 2019, do atual governador, João Azevedo, que se mudou de partido. Nem preciso dizer que foi para o CIDADANIA.

Portanto, não houve fenômeno, houve uma sutil transferência de influência entre os partidos PSB e Cidadania. O crescimento, na verdade, é perda pois se considerarmos que o PSB possuía 55 prefeituras e que somadas as de PSB e Cidadania em 2020, o resultado é 47, observa-se aqui, claramente a tentativa de esconder algo, o que seria?

Naturalmente, a intenção é encobrir algo novo, perigoso e inusitado: o crescimento exponencial da participação dos partidos de direita e conservadores nas prefeituras do estado, ou seja, a repetição do efeito causado pela vitória de 2018 na vida das famílias brasileiras, representado pela eleição do presidente Jair Bolsonaro.

Em 2016, apenas 19 prefeituras pertenciam aos partidos de direita, que defendem a família como centro da educação e cultura, eram eles: Republicanos (antigo PRB), Partido Liberal (antigo PR), PSC, PSL e PMN.

Em 2020, 41 prefeituras, dentre as 223 do estado, estão nas mãos daqueles partidos. É imoral encobrir tais fatos e usar de subterfúgios para mascarar uma crescente perda de apoio popular dos partidos ditos de centro e de esquerda.

Os partidos de centro somam 86 prefeituras, das 96 que possuíam antes. Somadas às 41 de direita, se tem uma maioria de 57% de ocupantes de cargos no executivo de orientação de centro ou de direita, um crescimento de 6% em relação às eleições de 2016.

A direita não perdeu as eleições, e o verdadeiro vencedor é o povo brasileiro que luta para manter a família como o centro das tradições e da educação. Não como sair da esquerda e chegar à direita, sem passar pelo meio, é uma lei natural da física.

Nós, o povo, tivemos nosso desejo demonstrado pelo crescimento, em mais de 9%, de representantes executivos municipais de direita nas prefeituras da Paraíba. Quem saiu perdendo, mais uma vez, é quem esbraveja vitórias sem um mínimo de humildade para perceber o quão derrotados estão.

Parabéns ao povo paraibano por mostrar que, nesta terra, a família sempre vem em primeiro lugar!

Clynson, para Vida Destra, 17/11/2020.

Sigam-me no Twitter! @ClynsonOliveira


Amigos e leitores, pessoas físicas/jurídicas! Colaborem com a Revista @vidadestra sem tirar dinheiro do seu bolso. Baixe o app LunesPay e ganhe 25 pontos de vantagens. Seremos remunerados por cada download a partir do nosso link. Contamos com a direita! https://bit.ly/BaixeLunesPay-0


Nenhum comentário:

Postar um comentário