quinta-feira, 10 de dezembro de 2020

A Vingança é um prato que se come frio!

 

Felizmente para os brasileiros, os votos da maioria dos Ministros do STF foi pela vedação constitucional da reeleição dos Presidentes da Câmara e do Senado, para os mesmos cargos na eleição subsequente, conforme o parágrafo 4o do artigo 57 da Constituição Federal, sendo o placar (6×5-Alcolumbre) e (6×4-Maia).

Este sufoco poderia ter sido evitado se na ADIN 6.524 proposta pelo Partido Trabalhista Brasileiro (PTB), os advogados do partido tivessem propugnado pela desistência.

Todavia, a sessão virtual ainda não terminou, o que significa que não podemos contar com o ovo no … do STF. Ainda, podem ocorrer mudanças nos votos, com base nas argumentações dos Ministros, que se posicionaram pela possibilidade da recondução, o que significa que a tortura continua até o dia 11/12.

De toda forma, o maior derrotado foi o Presidente do Senado Davi Alcolumbre, que esperava ardorosamente a reeleição para continuar com as arbitrariedades contra brasileiros, como quando em plena pandemia queria aprovar o reajuste dos salários dos servidores públicos, fazendo com que Bolsonaro passasse aperto com as contas públicas. Tal situação foi salva pela Câmara dos Deputados, com Rodrigo Maia bancando o “Anjinho” perante a opinião pública.

Mas vamos ao que interessa, findando a data do dia 11/12, Davi Alcolumbre podia tirar da cartola um daqueles processos de impeachment contra os ministros do STF, com base nos artigos 39 e 39-A da Lei de Crimes de Responsabilidade (Lei 1.079/50), colocando-o em pauta. Um sublime desejo da população estará se iniciando com a vingança pessoal do Presidente do Senado.

Claro que entre o Judiciário e o Legislativo não existem conchavos, mas o primeiro que irritou o amapaense foi o voto do Ministro Barroso, que também é Presidente do TSE, porque cargas d’água, ele não colocou um bug no Programa para que o seu irmão Josiel Alcolumbre fosse eleito como Prefeito em Macapá, no 1o. turno. Bastava ter feito a lição de casa, apreendida com os democratas nos EUA (2  votos para Josiel, 1 voto para Dr. Furlan).

Não sei, realmente, se existe processo engavetado do Barroso, mas é uma ideia.

Agora, do soltador oficial Gilmar Mendes, aquele que trabalha por dindim, claro que tem vários processos de impeachment que ele está sentado em cima. Como Ministro Relator da ADIn deveria ter feito o dever de casa e convencido as duas corocas Carmem Lúcia e Rosa Weber. Seria uma oportunidade ímpar para Alcolumbre colocar em pauta. A minha vingança será maligna!

Claro que temos que impulsionar esta vingança porque é um momento em que Alcolumbre está fulo da vida e, talvez se esqueça que os Ministros do STF também tem processos contra ele tramitando na Suprema Corte, que estão em banho-maria. Vocês sabem?

De toda sorte, as tias do zap poderiam mandar mensagens aos Senadores dos seus Estados, conclamando-os a reiterarem os processos de impeachment dos Ministros do STF!

 

 

Luiz Antônio Santa Ritta, para Vida Destra, 09/12/2020.
Sigam-me no Twitter! Vamos conversar, contar “causo”! @LuizRitta

 

 

 

As opiniões expressas nesse artigo são de responsabilidade de seus respectivos autores e não expressam necessariamente a opinião do Vida Destra. Para entrar em contato, envie um e-mail ao contato@vidadestra.org

 





Nenhum comentário:

Postar um comentário