quarta-feira, 30 de dezembro de 2020

CHEGA AO FIM O ANO QUE SÓ MERECE SER ESQUECIDO

 


POR CLAUDIO HUMBERTO
VIA DIÁRIO DO PODER
 31/12/2020
O ano de 2020, que vai embora nesta quinta (31) sem deixar saudades, impôs apenas notícias ruins aos brasileiros, tornando secundário o que houve de bom. Nada foi mais devastador do que as notícias do front do covid-19, na pandemia que surpreendeu o governo e embotou sua capacidade de avaliar a tragédia, enquanto opositores festejavam, como se a pandemia tivesse convicções políticas. Neste triste ano, só não dá para esquecer nossos 192.716 mil mortos. Nem a “premiação anual” da coluna, exercendo o direito de atormentar os poderosos. Eles merecem.

TROFÉU BOLSA FAMÍLIA
 31/12/2020
Será dividido pelos irmãos Flávio, Carlos, Eduardo e Renan, que mais uma vez demonstraram incrível capacidade de provocar mais problemas para o governo do pai do que toda a oposição.

COVID DE LATA
 31/12/2020
O troféu é do Senado, da Câmara e do TSE, por garantirem as eleições de 2020 e as aglomerações que provocaram o “repique” da pandemia.

CARRAPATO DE OURO
 31/12/2020
Dividem o troféu os presidentes da Câmara, Rodrigo Maia, e do Senado, Davi Alcolumbre, que tentaram rasgar a Constituição para continuar agarrados aos cargos, mas não tiveram força: o STF barrou a jogada.

MARIA ANTONIETA
 31/12/2020
A medalha vai para o prefeito de São Paulo, Bruno Covas (PSDB), que sancionou alegremente o próprio aumento de 47%, reservando os brioches para o sofrido pagador de impostos.




Nenhum comentário:

Postar um comentário