domingo, 17 de janeiro de 2021

Vendaval de besteirol

 


VIA DIÁRIO DO PODER
Assim como o então presidente Lula, que levava os assessores à loucura sempre que fazia seus “improvisos”, no Recife o então prefeito petista João Paulo era do tipo que só abria a boca quando tinha certeza. Em discurso inflamado, ele produziu esta pérola: “Não tenho medo e não abro nem para o suriname!...” Queria se referir a tsunami, o maremoto que Lula chamou de “vendaval”.


Nenhum comentário:

Postar um comentário