domingo, 7 de fevereiro de 2021

INVESTIMENTO PRIVADO EM ENERGIA DÁ SALTO HISTÓRICO

 

POR CLAUDIO HUMBERTO
VIA DIARIO DO PODER

 08/02/2021

O Ministério de Minas e Energia inverteu a prioridade no setor elétrico. Até 2019, somente distribuidoras poderiam comprar energia em leilões, com preço determinado pela agência reguladora Aneel. Mas tudo mudou a partir de mudanças favorecidas até pela pandemia: o “ambiente livre” passou a ser prioridade e iniciou uma revolução silenciosa, criando a expectativa de R$142 bilhões em investimentos até 2025, e mercado livre triplicando a participação. Em 18 meses, o investimento privado na geração de energia saltou de 34% para 72% no Brasil. E sem corrupção.


INVESTIMENTO RÁPIDO

 08/02/2021

Em um prazo relativamente curto de quatro anos, 66% da nova energia produzida do Brasil terá origem no mercado livre.


ÓTIMO CENÁRIO

 08/02/2021

A expectativa da associação dos comercializadores e energia é que só o mercado invista mais de R$100 bilhões até 2025,, no “ambiente livre”.


IMPORTANTE PARA EMPRESAS

 08/02/2021

Nesse mercado, o consumidor pode negociar preços diretamente com a geradora, sem dedo do governo, nem da distribuidora regional.


USINAS DE ROUBALHEIRAS

 08/02/2021

A tutela do estado no setor, como nas obras nas hidrelétricas de Jirau, Santo Antônio e Belo Monte, acabou gerando muita roubalheira.

Nenhum comentário:

Postar um comentário