terça-feira, 9 de fevereiro de 2021

VALE PERU’ NAS ESTATAIS É BOFETADA NO CONTRIBUINTE

 


POR CLAUDIO HUMBERTO
VIA DIARIO DO PODER
 09/02/2021
Uma das regalias mais indignas pagas pelas estatais federais a diretores e funcionários é um penduricalho chamado “vale peru”. O Relatório de Benefícios das Empresas Estatais Federais, elaborado pela Secretaria de Desestatização e Desinvestimento do Ministério da Economia, mostra também que quase todos esses cabides de privilégios dobraram espertamente o valor do auxílio-refeição, inventando uma tal “cesta alimentação” paga treze vezes por ano, incluindo a parcela do vale peru.

DINHEIRO DO AUXÍLIO
 09/02/2021
Quem precisa de auxílio emergencial também banca R$831 do auxílio- refeição e R$654 da cesta-alimentação do pessoal do Banco do Brasil.

DINHEIRO DA SAÚDE
 09/02/2021
Os sem-oxigênio pagam a “assistência à saúde” de R$2,2 bilhões por ano do pessoal da Petrobras. No Banco do Brasil, são R$2,3 bilhões.

GASTOS ABUSIVOS
 09/02/2021
Estatais quebradas são as campeãs em penduricalhos. A Infraero, por exemplo, usa nosso dinheiro até para pagar “auxílio combustível”.

PAGAMOS ATÉ A FEIRA
 09/02/2021
O BNDES é uma gracinha com dinheiro público: paga R$1.521 por mês em “auxílio-refeição” e mais R$654 na espertíssima “cesta alimentação”.


Nenhum comentário:

Postar um comentário