terça-feira, 3 de agosto de 2021

QUEM SOIS?

 


“Mas o espírito maligno lhes respondeu: Conheço a Jesus e bem sei

quem é Paulo; mas vós, quem sois?” — (ATOS, capítulo 19, versículo 15.)

Qualquer expressão de comércio tem sua base no poder aquisitivo. Para

obter, é preciso possuir.

No intercâmbio dos dois mundos, terrestre e espiritual, o fenômeno

obedece ao mesmo princípio.

Nas operações comerciais de César, requerem-se moedas ou expressões

fiduciárias com efígies e identificações que lhes digam respeito. Nas operações

de permuta espiritual requisitam-se valores individualíssimos, com os sinais do

Cristo.

O dinheiro de Jesus é o amor. Sem ele, não élícito aventurar-se alguém ao

sagrado comércio das almas.

O versículo aqui nomeado constitui benéfica advertência a quantos, para o

esclarecimento dos outros, invocam o Mestre, sem títulos vivos de sua escola

sacrificial.

Mormente no que se refere às relações com o plano invisível, mantendo

cuidado por evitar afirmativas a esmo.

Não vos aventureis ao movimento, sem o poder aquisitivo do amor de

Jesus.

O Mestre é igualmente conhecido de seus infelizes adversários. Os

discípulos sinceros do Senhor são observados por eles também. Os inimigos

da luz reconhecem-lhes o sublime valor.

Quando vos dispuserdes, portanto, a esse gênero de trabalho, não olvideis

vossa própria identificação, porque, provavelmente, sereis interpelados pelos

representantes do mal, que vos perguntarão quem sois.

Nenhum comentário:

Postar um comentário