quarta-feira, 1 de setembro de 2021

Com 17 bilionários, Ceará é 1º do Nordeste em número de super-ricos e 6º do Brasil; veja lista

A soma do patrimônio dos cearenses chega a R$ 79,30 bilhões, ficando à frente dos estados do Nordeste que figuram no ranking da Forbes 2021, que são Pernambuco (R$ 16,99 bilhões); Maranhão (R$ 11,6 bilhões); Paraíba (R$ 3,25 bilhões ) e Bahia (R$ 3,17 bilhões)

11:48 | Ago. 31, 2021 Autor Beatriz Cavalcante Tipo Notícia

José Roberto Nogueira, CEO da Brisanet, está na lista da Forbes 2021 dos 40 novos brasileiros bilionários (foto: Deisa Garcêz/Especial para O Povo)

José Roberto Nogueira, CEO da Brisanet, está na lista da Forbes 2021 dos 40 novos brasileiros bilionários (foto: Deisa Garcêz/Especial para O Povo)

Com 17 bilionários na lista de 345 nomes da Forbes 2021, o Ceará é o primeiro do Nordeste em número de ricaços e valor de patrimônio (R$ 79,30 bilhões), e sexto do Brasil.


Sobre o assunto

Dívida Bruta do Governo Geral fica em 83,8% do PIB em julho, mostra BC

Na Região, os cearenses superam Pernambuco (R$ 16,99 bilhões e 7 bilionários); Maranhão (R$ 11,6 bilhões); Paraíba (R$ 3,25 bilhões ) e Bahia (R$ 3,17 bilhões e 2 bilionários), de acordo com os dados disponibilizados pela revista.  

Já considerando o País, os destaques ficam para São Paulo (R$ 693,43 bilhões e 128 bilionários), Santa Catarina (R$ 146,99 bilhões e 40 bilionários), Rio de Janeiro (R$ 504,62 bilhões e 37 bilionários), Minas Gerais (R$ 101,09 bilhões e 29 bilionários), Rio Grande do Sul (R$ 90,32 bilhões e 19 bilionários)

Em 2020, eram 16 ricos que figuravam nesta lista, no Ceará, e com a entrada do fundador e CEO da Brisanet, José Roberto Nogueira, o Estado sobe posição. Ele está na lista da Forbes 2021 dos 40 novos bilionários do Brasil.

O cearense de Pereiro, do ramo de tecnologia, está em 98º no ranking nacional e já entra em 6º no Ceará, com patrimônio de R$ 6 bilhões. Ele estreou na B3 com IPO em 28 de julho deste ano.

Dentre os super-ricos do Ceará lideram até o 5º lugar no Estado as famílias do Sistema Hapvida (1º -Cândido Pinheiro;  2º  - Jorge Pinheiro; e 3º - Cândido Pinheiro Jr), de Mário Araripe, da Casa dos Ventos (4º); e Consuelo Dias Branco da M. Dias Branco em 5º.

A lista de bilionários brasileiros segue os critérios da Forbes norte-americana, com participação em empresas listadas em bolsas de valores como principal fonte de informação e considera o local de nascimento para o ranking e não o de moradia. A data de corte da apuração do patrimônio foi o fechamento do primeiro semestre de 2021, ou seja, 30 de junho.

Sobre o assunto

População desempregada no Ceará cresce 30,6% em um ano e renda média dos empregados cai 14%

Veja lista Forbes 2021 dos estados mais ricos do Brasil 

A ordem está por patrimônio

São Paulo (R$ 693,43 bilhões e 128 bilionários)

Santa Catarina (R$ 146,99 bilhões e 40 bilionários)

Rio de Janeiro (R$ 504,62 bilhões e 37 bilionários)

Minas Gerais (R$ 101,09 bilhões e 29 bilionários)

Rio Grande do Sul (R$ 90,32 bilhões e 19 bilionários)

Ceará (R$ 79,30 bilhões e 17 bilionários)

Goiás (R$ 43,29 bilhões)

Paraná (R$ 23,38 bilhões e 7 bilionários)

Pernambuco (R$ 16,99 bilhões e 7 bilionários)

Maranhão (R$ 11,6 bilhões)

Pará (R$ 8 bilhões e 1 bilionário)

Espírito Santo (R$ 3,9 bilhões e 1 bilionário)

Paraíba (R$ 3,25 bilhões )

Bahia (R$ 3,17 bilhões e 2 bilionários)

Outros (R$ 198,22 bilhões)

Veja a lista de nomes cearenses na Forbes 2021

A ordem está por patrimônio no Ceará e posição nacional


1º - Cândido Pinheiro Koren de Lima, 75 anos


Posição no ranking nacional (14º)


Patrimônio (R$ 21 bilhões)


Variação patrimonial comparado a 2020 (+18,78%)


Origem do patrimônio – Saúde/Hapvida


Em 2º e 3º - Jorge Pinheiro, 48 anos; Cândido Pinheiro Jr, 50 anos


Posição no ranking nacional (39º)


Patrimônio (R$ 10,60 bilhões)


Variação patrimonial comparado a 2020 (+23,83%)


Origem do patrimônio – Saúde/Hapvida


4º Mário Araripe, 66 anos, e família


Posição no ranking nacional (60º)


Patrimônio (R$ 8,10 bilhões)


Variação patrimonial comparado a 2020 (10,96%)


Origem do patrimônio – Energia eólica/Casa dos Ventos


5º - Consuelo Dias Branco, 85 anos


Posição no ranking nacional (84º)


Patrimônio (R$ 6 bilhões)


Variação patrimonial comparado a 2020 (-2,44%)


Origem do patrimônio – Alimentos/Grupo Dias Branco


6º - José Roberto Nogueira, 56 anos, e família


Posição no ranking nacional (98º)


Patrimônio (R$ 6 bilhões)


Variação patrimonial comparado a 2020 (Acabou de entrar na B3, IPO foi em 28 de julho)


Origem do patrimônio – Tecnologia/Brisanet


7º - Oto de Sá Cavalcantem, 74 anos, e família


Posição no ranking nacional (100º)


Patrimônio (R$ 4,70 bilhões)


Variação patrimonial comparado a 2020 (-37,58%)


Origem do patrimônio – Educação/Arco


8º - Francisco Deusmar Queirós, 73 anos, e família


Posição no ranking nacional (104º)


Patrimônio (R$ 4,50 bilhões)


Variação patrimonial comparado a 2020 (4,65%)


Origem do patrimônio – Farmácias/Pague Menos


9º - Amarílio Macêdo, 76 anos, e família


Posição no ranking nacional(165º)


Patrimônio (R$ 2,80 bilhões)


Variação patrimonial comparado a 2020 (-26,32%)


Origem do patrimônio – Alimentos/Grupo J.Macêdo


10º - Carlos Jereissati, 76 anos, e família


Posição no ranking nacional (207º)


Patrimônio (R$ 2,20 bilhões)


Variação patrimonial comparado a 2020 (-29,03%)


Origem do patrimônio – Telecomunicações


11º - Binho Bezerra, 63 anos, e família


Posição no ranking nacional (246º)


Patrimônio (R$ 1,55 bilhões)


Variação patrimonial comparado a 2020 (0%)


Origem do patrimônio – Setor financeiro


12º -  Everardo Telles, 76 anos, e família


Posição no ranking nacional (100º)


Patrimônio (R$ 1,25 bilhões)


Variação patrimonial comparado a 2020 (0%)


Origem do patrimônio – Indústria de bebidas


13º, 14º, 15º, 16º e 17º - Regina Dias Branco, Ivens Dias Branco Jr, 60 anos, Cláudio Dias Branco, 54 anos, Marcos Dias Branco, 56 anos, e Graça Dias Branco


Posição no ranking nacional (cada um dos irmãos ocupa a 284º posição nacional)


Patrimônio individual (R$ 1,20 bilhões)


Variação patrimonial comparado a 2020 (-1,64%)


Origem do patrimônio – Produção de Alimendos/Grupo Dias Branco


Lista dos 10 mais bilionários do Brasil segundo a Forbes 2021

1º – Eduardo Luiz Saverin, 39 anos


Patrimônio (R$ 97,5 bilhões)


Origem da fortuna - Facebook


2º – Jorge Paulo Lemann, 81 anos


Patrimônio (R$ 96,5 bilhões)


Origem da fortuna - Ambev, Banco Garantia


3º – Marcel Herrmann Telles, 71 anos


Patrimônio (R$ 64,5 bilhões)


Origem da fortuna - Ambev, Banco Garantia


4º – Carlos Alberto da Veiga Sicupira, 71 anos, e família


Patrimônio (R$ 49,5 bilhões)


Origem da fortuna - Ambev, Banco Garantia


5º – Rubens Ometto Silveira Mello, 71 anos,


Patrimônio (R$ 46 bilhões)


Origem da fortuna - Cosan


6º – André Santos Esteves, 52 anos


Patrimônio (R$ 39,5 bilhões)


Origem da fortuna - Banco BTG Pactual


7º – Vicky Sarfati Safra, 68 anos


Patrimônio (R$ 37 bilhões)


Origem da fortuna - Banco Safra


8º – Alexandre Behring da Costa, 54 anos


Patrimônio (R$ 36,5 bilhões)


Origem da fortuna - 3G Capital


9º – Jacob, 45 anos, Esther, 43 anos, Alberto, 41 anos, e David Safra, 36 anos


Patrimônio (R$ 35,5 bilhões)


Origem da fortuna - Banco Safra


10º – Alceu Elias Feldmann, 71 anos


Patrimônio (R$ 30,5 bilhões)


Origem da fortuna - Fertipar


Nenhum comentário:

Postar um comentário